Construindo um guarda-roupa sólido

Todo mundo sonha em ter um guarda-roupa versátil e que traduza o seu estilo pessoal. Aquele conjunto de peças que, em sua grande maioria, funcionam entre si e estão prontas para te acompanhar em qualquer compromisso. Mas para que isso possa acontecer, antes de tudo é preciso ter consciência do nosso estilo pessoal e dos itens que ali estão. Avaliar com tranquilidade e honestidade o que realmente faz diferença no seu armário, e quais peças funcionam a seu favor. Essa analise quando feita de forma correta e meticulosa, ajuda a diminuir a vontade de fazer compras desnecessárias e a construir uma base solida para que todos os dias você possa imprimir o seu estilo com confiança. Claro que esse processo nem sempre é algo simples de se fazer, e muitas vezes pode demandar a ajuda de um profissional com um olhar mais técnico e imparcial, como o Consultor de Estilo. Para o sucesso dessa etapa é importante experimentar as suas peças, fazer composições inusitadas e estar disposta a trazer um olhar diferente para aquele universo que parece trivial.
Ao longo desse processo, é essencial que perceba e tome nota dos itens que eventualmente estejam faltando em seu armário, para que ele possa funcionar da melhor forma. Essa relação de peças fará com que suas próximas aquisições sejam funcionais e conscientes.
Mas você deve estar se perguntando quais são os itens coringas de um armário. É claro que isso vai depender bastante do seu dia a dia e estilo pessoal, mas separamos aqui algumas peças que acreditamos fazer diferença na maioria deles.

Sapato clássico de salto alto: aquele que favorece suas pernas e de boa qualidade. De preferência num tom neutro como preto, marrom, cinza ou nude, para que seja versátil. Importante que a altura do salto seja confortável para que por exemplo possa aguentar ficar em pé por cerca de duas horas sem problemas. E lembre-se que se quiser que eles durem por um bom período, deve evitar modelos com linhas muito especificas como bicos muito finos, muito quadrados ou bastante arredondados, para que não fiquem datados.

Sapatilhas: básicas e confortáveis para que possam te acompanhar por muitas caminhadas. Aqui podemos colocar um pouquinho de personalidade para que ela ajude a compor o seu estilo. O couro é sempre uma ótima opção de material, pois além de duradouro, acaba se ajustando ao seu pé.

Trench coat ou Casaco: de modelo clássico e duradouro, que quando utilizado compõem um visual elegante e arrumado. Essencial que funcione perfeitamente tanto aberto quanto fechado para que seja uma peça realmente versátil. O modelo e comprimento vão depender do seu tipo físico e estilo pessoal.

Camisa social branca: uma peça versátil que quando possui uma modelagem perfeita e um bom tecido, traz um ar de sofisticação e elegância imediato. Para que isso aconteça, ela não deve ficar justa demais no busto e nem folgada nos ombros. Além disso, você precisa conseguir mexer os braços com conforto.
Camiseta branca: aquela peça coringa, que pode ser usada sozinha ou com uma sobreposição. Com uma modelagem que respeite e valorize o seu tipo físico e que funcione com a maioria dos itens do seu guarda-roupa.

Calça: assim como os casacos, com um bom caimento, de cor neutra e corte simples para que seja atemporal. Para que tenha uma boa durabilidade evite os modelos com muito volume ou muito estreitos.

Blazer ou jaqueta: com uma modelagem incrível para que possa ser usada em qualquer produção com sucesso. As opções de modelos e materiais são muitas, mas se procura por algo que possa te acompanhar por um longo período, opte por modelos mais básicos, ajustados ao corpo na medida certa de forma que ajudem a valoriza-lo.

Saia: de preferência preta ou de cor escura para garantir sua versatilidade. O comprimento deve ficar logo acima do joelho, ou logo abaixo, dependendo de como se sentir melhor. As saias lápis são responsáveis por visuais elegantes e mais sensuais, na medida certa. O modelo evasê acaba funcionando bem em quase todos os tipos físicos. Quanto ao tecido, deve-se avaliar a estação do ano ou o clima predominante na sua cidade. Geralmente para climas mais frios a lã é uma boa opção e para os climas mais leves o algodão sempre funciona.

Vestido preto: um item básico e elegante que pode ser usado em inúmeras situações, com ou sem acessórios. Aqui é essencial que o caimento seja perfeito, realçando seus pontos fortes, sem ficar apertado em nenhum lugar. Os complementos e acessórios, como lenços, cintos, colares, broches, meias e sapatos diferentes farão com que ele possa ser usado de formas diferentes, aumentando a versatilidade da peça. Lembrando ainda que geralmente funcionam bem como base para sobreposições de casacos, camisas e coletes.

Cardigã ou suéter: de boa qualidade, que poderão ser usados sozinhos, por baixo ou sobrepondo outras peças. Para as temperaturas mais amenas, o cashmere traz uma opção quentinha, leve e confortável. Para a meia estação um bom algodão funciona perfeitamente. Quanto ao modelo, vai depender da sua personalidade, mas lembre-se que as peças com tramas mais finas acabam sendo mais elegantes e fáceis de usar.

Jeans: fundamental para um guarda-roupa versátil. Aquela peca que lhe cai bem e faz com que se sinta ótima com você mesma. Que pode te acompanhar em compromissos mais casuais e até mesmo durante a noite, desde que não sejam ocasiões formais. Os jeans mais escuros acabam sendo mais elegantes, além de ajudar visualmente a parecer mais magra. E aqueles com cinturas intermediarias, nem muito baixa e nem muito alta, ajudam a valorizar a silhueta, garantindo que a sua lingerie não fique aparente se tiver que abaixar e possa se sentar confortavelmente. Mais uma vez reforçamos que quanto menos detalhes a calça tiver, como bordados, barras marcantes e rasgos, mais facilmente serão coordenadas com outras peças.

Bolsa: espaçosa o suficiente para levar seus pertences com elegância no dia a dia, de ótima qualidade, acabamento impecável e que principalmente represente seu estilo. Para ocasiões mais formais ou eventos noturnos, aposte em uma bolsa delicada, com algum detalhe interessante e sofisticado, e que tenha o tamanho necessário para carregar seus documentos, celular, dinheiro e aquele batom especial.

A partir desses itens, você pode se sentir segura para construir looks interessantes e adquirir pecas complementares, que irão ajudar o seu guarda-roupa funcionar melhor. Dica de ouro: sempre que pensar em adquirir uma nova peça, avalie se ela irá combinar com pelo menos 3 ou 4 pecas o seu armário.
Agora, você já pode se sentir um pouco mais confiante para avaliar se aquela peça existente ou mesmo uma nova peça, fazem sentido para o que você busca valorizar no seu corpo e estilo. Mas claro, se precisar de ajuda para entender o seu tipo físico, estilo e fazer diferentes composições com as suas roupas atuais, conte com a gente.
Ilustrações: Pinterest

Leave a Comment

Your email address will not be published. Marked fields are required.